Primeira leitura

  • O que Auschwitz teve de único

    O que Auschwitz teve de único

    Primeiramente, a Shoah. Não se trata - e aqui é o pensamento noturno que tem razão - de ficar o tempo todo pensando na Shoah. Nem, menos ainda, de rebaixar-se opondo argumentos racionais a pessoas que só entendem a linguagem dos babuínos. Mas e os outros? Os negacionistas vacilantes? Leia mais

  • Instituições

    Instituições

    As instituições reduzem a incerteza ao conferir uma estrutura à vida cotidiana. Elas são um guia para a interação humana, fazendo com que, ao desejarmos cumprimentar conhecidos na rua, dirigir um automóvel, comprar laranjas, pegar dinheiro emprestado, montar um negócio, enterrar nossos mortos ou o que quer que seja... Leia mais

  • "Este país não presta"

    No fim de 1988, tenho a impressão de me insinuar no Brasil no contrafluxo. Quanto mais vou decidindo me estabelecer no país, mais me deparo com a estupefação dos amigos brasileiros. Acredito que, na calorosa tentativa de me dissuadir, não haja nenhum, ou quase nenhum, ciúme (no estilo "o Brasil é meu... Leia mais